Coisas de Naele

Maquiagens: Delineadores Coloridos

Que em matéria de maquiagem para os olhos os delineadores têm função fundamental e fazem toda diferença no resultado final não é novidade, né? A novidade é que na maquiagem do verão 2011 a dica é sair do usual  delineador pretinho e investir nos delineadores coloridos. Confira!

Os delineadores azuis não são novidade e circulam nos necessaires de muitas mulheres há algum tempo. Na moda verão 2011 eles prometem ganhar mais força, principalmente nas colorações turquesa, já que o azul promete ser uma forte tendência de beleza da estação (tem até batom zul). A dica é experimentar e ver se gosta. O espelho sempre é um bom conselheiro. Outra coisa importante é deixar que os olhos sejam a estrela da maquiagem, ou seja, olhos coloridos com lábios coloridos é um risco desnecessário para qualquer look. Na foto acima temos Stephanie Pratt, que é super adepta dos delineadores azuis.

Os delineadores marrons também são uma boa opção na hora de maquiar os olhos, principalmente para quem têm cabelos como os de Amy, na foto acima, e agrega uma sombra na mesma tonalidade com cílios postiços bem negros.

Olhando rapidamente parece que Kim Kardashian nem está de delineador, mas posso garantir que ela está usando um delineador nude. A vantagem desta escolha é simples e pode até ser classificada de truque de maquiagem, já que o resultado abre o olhar e dá uma bela levantada nos olhos.

Leona Lewis, em minha opinião, dá um perfeito exemplo de como não usar delineadores coloridos. O delineador verde junto com o batom rosa deixou a maquiagem colorida demais. Achei uma pena, pois a escolha do delineado verde  foi perfeita para seu tom de pele.

E você o que achou? Gosta de delineadores coloridos e vai apostar neles no verão 2010 ou não tem nada a ver com seu estilo?

Publicado em http://divadiz.com/2010/08/25/maquiagens-delineadores-coloridos/

Anúncios

Este post foi copiado do site http://www.chic.ig.com.br e é de autoria de Ligia Carvalhosa.

Os cintos são ótimos para dar um plus no visual; aprenda como usá-los

Foi-se o tempo em que o cinto era usado para manter a calça no lugar. Hoje em dia, o acessório serve para dar uma graça a mais às produções e marcam, ou deslocam, a cintura em looks com saias, vestidos, shorts e camisas, além de ficarem muito charmosos em cima de cardigãs de lã ou algodão. Mais: não precisa nem usá-los afivelados. Um nó pode muito bem fazer as vezes de fivela.

Para usar já, escolha os mais finos e continue usando até o ano que vem. Segundo a passarela da Prada (inverno 2011), a próxima estação no hemisfério Norte também vem com acessórios estreitos, como se fossem fitas delicadas, com direito a lacinho e tudo! Verniz, píton, pele, corda, plástico, metalizados… Você pode escolher o modelo que mais gostar e for adequado com o restante do visual. “Não precisa se preocupar em combinar com sapato e bolsa”, diz Gloria Kalil – aliás, um cinto de estampa de onça, por exemplo, é muito bem-vindo em um look monocromático em preto ou cinza.

Mas, apesar da variedade de opções de modelos e maneiras de usá-los, não é toda mulher que fica bem com o acessório: os cintos cortam a silhueta e podem ressaltar pequenas desproporções. Cada tipo físico pede uma largura e um uso diferente, olha só:

. Mulheres de tronco curto e pernas longas devem escolher cintos finos, como os da moda, e atá-los nos quadris ou um pouco acima, evitando que se perceba o pouco comprimento do corpo.

. Já aquelas de tronco longo e perna curta, ficam bem com um cinto mais largo e marcado na cintura. Melhor ainda se usar com um da mesma cor da peça de baixo.

. Baixinhas devem evitar cintos largos que, por sua vez, devem ser explorados pelas altas.

. Os cintos soltos são ótimos para quem tem pouco bumbum. E, acredite, também para quem tem muito bumbum. Mulheres com corpo violão não podem marcar a cintura, senão, os quadris vão parecer ainda maiores.

. Quem tem seios grandes não fica bem com os modelos largos ou logo abaixo do busto; o corpo vai parecer mais curto.

. E, gordinhas, não tenham medo dos cintos. Um de largura média ajuda a dar forma à silhueta e afinar a cintura.

E não esqueça: independente de seu biótipo, “o que vale é parar em frente ao espelho e ver o que cai melhor com a sua silhueta, não há ninguém que conheça melhor as nossas proporções do que nós mesmas”, ensina Gloria.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Eu sempre pensei que o amor fosse uma escolha. A gente escolhe amar ou não alguém ou alguma coisa. Também sabia que todas as vezes que dizemos sim para alguém ou alguma coisa, dizemos não para outro alguém e outras coisas. Só não sabia como era esse processo de escolha.

Até mesmo o amor de mãe é uma escolha. A mulher escolhe desde o momento da concepção, cuidar de seu corpo, de sua mente, do ambiente onde vive para dar o melhor àquele ser que cresce em seu ventre. Sabemos que é uma decisão dela, amar ou não, porque existem inúmeras mulheres que escolhem interromper o ciclo da vida logo no início ou não se importam como vivem suas vidas a partir do momento que se descobrem grávidas. É uma verdade triste, mas real.

Toda vez que uma mulher escolhe amar seu filho e isto ela sempre o faz incondicionalmente, ela diz não para inúmeras possibilidades de vida: uma vida tranqüila sem choro de madrugada, sem fraldas sujas e pirraças sem fim. Ela escolhe passar pelo processo de crescimento do filho, pela simples possibilidade de ter um sorriso ou um olhar de carinho em retribuição.

O amor de uma mulher por um homem também é uma escolha. No momento em que se trocam os olhares, as primeiras palavras, as primeiras carícias. Até o seu corpo responde àquela escolha exalando toneladas de feromonios, informando ao mundo o que se passa em seu coração. Então ela também diz não para outras possibilidades de vida: uma vida com parceiros ocasionais ou com nenhum ou andar a buscar o príncipe encantado.

Isso tudo eu sabia por observação. Então, de repente descobri como se dá o processo da escolha de amar.

A mulher parte numa jornada de escolhas: dar um sorriso, no lugar de uma lágrima; um incentivo, ao invés da crítica; um ombro amigo, ao invés da indiferença; um carinho, ao invés da secura; a verdade, ao invés da mentira; a paciência, ao invés da ansiedade; o perdão, ao invés da amargura; o coração, ao invés da razão; o erotismo, ao invés da amizade; o amor, ao invés da aversão. E todas essas escolhas lhe custam alguma coisa, custam a dor de deixar e abrir mão de suas vontades prá fazer o outro feliz.

Por isso dizem que o amor dói. Dói morrer prá si mesmo em inúmeras possibilidades, para viver exclusivamente para alguém. Mas não é uma dor ruim, no fim é prazerosa, pois descobrimos a finalidade das nossas vidas.

É assim que pretendo viver o resto da minha vida: escolhendo amar você.

Gente, descobri uma nova paixão: moda!

Estou suuuuuper interessada no assunto e descobri uma habilidade: montar looks…É óbvio que não sou nenhuma Glória Kalil, mas tô adorando me aventurar nessas praias…kkkkk

Eu mesma montei esses looks aí em cima. Pensei num domingo de sol, sem nuvens, temperatura amena (que só BH tem) e um passeio na praça ou no shopping. O outro eu pensei para trabalhar num dia de friozinho.

As sapatilhas estão com preço, porque estão à venda mesmo! Uma amiga muito chegada comercializa essas belezinhas…Se quiserem, só comentarem o artigo, ok?

O que acharam? Eu levo jeito prá coisa? rsrsrsrs….

Bjos.

Naele

Tags:

Novidades!

Posted on: 25/08/2010

Olá pessoal,

A partir de hoje, meu blog passará por algumas transformações, assim como a dona dele.

Nesses últimos meses passei por muitas coisas bacanas, coisas ruins, descobri novos interesses, joguei fora velhos hábitos e, portanto, acho que devo compartilhar tudo isso com o mundo.

Eu sempre recebo coisas legais no meu email, textos interessantes, leio reportagens inteligentes e instigadoras e, é bom ter isso tudo reunido num só lugar. Tem vezes que quero reler certas coisas e nem sei mais onde foi que vi pela primeira vez. Por isso, vou reunir tudo aqui. Daí o nome do blog ter mudado para “Coisas de Naele“.

Vou postar artigos sobre moda, beleza, saúde, religião, política e entretenimento, pois são assuntos que me interessam e espero que seja de utilidade para meus amigos. Além, claro, de textos de minha autoria (e que, ultimamente, tem sido influenciados pelo amor….e em breve saberão o porquê!).

Divirta-se nesse novo/velho espaço e não deixe de comentar os artigos.

Um abraço,

Naele

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu:” Ec 3:1

Deus tem um tempo determinado para cada coisa em nossas vidas, tudo tem sua hora de acontecer e Ele é soberano em conduzir cada estação para o nosso crescimento e Sua glória.

É engraçado, como às vezes nos acomodamos numa situação, num lugar e sequer nos damos conta que estamos morrendo ou que já passou a estação das flores e dos frutos daquilo. É preciso que o doce Espírito Santo realize a poda dos ramos, um processo doloroso, mas necessário e imprescindível para nossa saúde. Ele precisa arrancar velhos hábitos, que são ervas daninhas na raiz das nossas almas. Precisa arrancar folhas secas, que deixam os galhos feios e tristes e consomem a seiva da Sua vida em nós.

Deus tem seu tempo de nos regar com as águas do Seu Espírito, nos adubar com sua Palavra, lavrar a terra do nosso coração e revirar cada cantinho escuro e escondido para que Sua Luz produza novos brotos. Ele também espera pacientemente que cresçamos e desenvolvamos todo o potencial que há dentro da semente que Ele plantou. Aguarda os frutos do Seu trabalho, que são nossas atitudes de louvor e gratidão, de serviço e amor a Ele. Entende quando somos insensíveis e estéreis e recomeça todo o seu trabalho de agricultor, porque nos ama incondicionalmente.

Seu amor é o Sol que nos alimenta, sua Luz é o que nos traz vida e nos renova a cada estação.

Chegará o tempo, que não haverá mais tempo. Haverá somente a Sua doce presença, eterna e santa. Somente Ele: o Pai da Eternidade. Cessarão as estações e seremos como Ele é, perfeitos em glória.

JESUS É O SOL DA MINHA JUSTIÇA E EU SOU A LUA A REFLETIR A SUA LUZ.